17 de maio de 2011

Natação para bebês

Olá amigos do blog, o nosso assunto hoje é natação para bebês.

Sou Amanda, mãe do Gustavo (1 ano e 6 meses) e, desde quando ele estava com 8 meses de vida,  vivemos a experiência e colhemos os benefícios da natação para bebês, que é mais uma deliciosa forma de estreitar o laço afetivo com seus filhos, e pode ser iniciada a partir dos 6 meses.

Cada vez mais pais e mães tem consciência da importância da iniciação na natação, já antes do primeiro ano, e vemos (ainda bem) academias lotadas de famílias.

As crianças amam o contato com a água e os bebês, em especial, são remetidos às lembranças da vida intrauterina, quando viviam cercados por uma água quentinha.

Na aula de natação para bebês, o pai ou mãe (ou algum outro adulto responsável) realiza a atividade na companhia do filho, permanecendo o tempo todo dentro da piscina com ele, o que lhe transmite segurança, sendo um momento único de amor, interação e lazer.

Com a vida corrida que levamos hoje, muitos pais não tem disponível o tempo que gostariam para estar na companhia dos filhos e, realizar uma atividade assim junto com eles, é uma forma de demonstrar todo o amor e carinho que sentem por seus filhos, dedicando um tempo exclusivo para estar com eles.

Eu e o papai do Gustavo nos revezamos na piscina com ele, para que ambos possamos aproveitar um pouquinho das maravilhas desse contato. Cada aula é um que está lá.

Além dos benefícios afetivos, a natação desperta nas crianças noções de sobrevivência na água, o que é muito importante para a segurança delas e tranquilidade dos pais.

Inclusive, recentemente, foi objeto de destaque na mídia uma técnica de sobrevivência na água para bebês e crianças, criada pelo americano Harvey Barnett, que afirma que bastam dez minutos por dia de treinamento dentro da piscina e, em cinco semanas, as crianças já estão prontas para se defender. Lei mais aqui.


O site boanotícia.com lista algumas vantagens da natação para bebês:
- melhora a coordenação motora;
- desenvolve noções de espaço e de tempo;
- deixa o bebê mais ágil para engatinhar, sentar ou andar;
- estimula o apetite;
- aumenta a resistência cardiorrespiratória e muscular;
- aprende a viver em grupo.


A experiência do Gustavo na natação até já lhe rendeu dois prêmios:
1- Uma coleção de livros infantis, oferecida pela revista Crescer, ao ganhar o concurso Seu Filho na Tela (setembro/2010) com o vídeo da sua primeira aula de natação. Assista aqui.
2 – Um brinquedo da Fisher Price, ao ser classificado em 3º lugar no concurso Meu Pequeno Grande Astro, com uma foto de um dos seus mergulhos (veja aqui).


É importante que os pais tenham bastante critério ao escolher um local para a prática da natação, estando sempre atentos às questões de higiene e segurança.

É igualmente importante que se respeite o tempo e a vontade da criança.

Clique AQUI e saiba onde encontrar em Brasília e no Distrito Federal.

Agora se deliciem com as imagens do meu peixinho na piscina:







Leiam mais sobre o assunto:


Bebês na malhação.Benefícios da natação infantil 

De volta à água